slides

Loading...

15/11/2014

Estamos nas últimas horas dos últimos dias?




Por Renato César

O Brasil tem passado nos últimos anos por um momento histórico que lhe é peculiar: o crescimento desenfreado da violência, a libertinagem sexual, a banalização dos valores morais e o estouro de escândalos de corrupção envolvendo autoridades do alto escalão político e empresários. Esses e outros fenômenos têm levado muitos a especular em torno da volta iminente de Cristo, tomando em geral como base suas palavras em Mateus 24. Não quero parecer incrédulo ante esses acontecimentos nem muito menos diante das palavras do Mestre. Mas tenho de, outra vez, ser um estraga prazer. Uma coisa não tem relação com a outra, ao menos não no sentido que tem sido sugerido. Para provar minha teoria, citarei dois exemplos simples.

Na Grécia antiga, assim como em Roma, para não citar povos vizinhos ao Israel do AT, eram comuns os bacanais. Também as relações homossexuais não estão sendo desvendadas nos nossos dias. Na Grécia a prática era comum e até incentivada. A violência e injustiças sociais sempre prevaleceram em toda a história humana, alcançando patamares inimagináveis em muitos países comunistas ou mesmo na afamada II GM. O segundo exemplo talvez seja ainda mais frustrante para os videntes atuais. Alguns países europeus, como Bélgica, Suíça e Noruega experimentam índices sociais muito positivos, e uma qualidade de vida que muitos já se sentiriam felizes de ter no Paraíso. Esses e outros países estão longe, muito longe desse caos social que o Brasil e outros países enfrentam.

Creio serem suficientes esses dois exemplos para provar minha teoria. Não se pode saber, nem mesmo fazer qualquer ideia de quando Cristo voltará. É o tipo de profecia que somente compreenderemos quando acontecer. Aos que se sentem às portas do arrebatamento, tenho a dizer que não estão errados, desde que não saiam por aí fazendo e dizendo asneiras como se houvesse um relógio da volta de Cristo no centro de sua cidade em contagem regressiva. O que você tem de fazer, faça-o porque é certo, edificante e para glória de Deus, não por um temor descabido e alienado.

Ao mesmo tempo, digo àqueles cristãos que vivem como se Cristo jamais houvesse prometido voltar ou como se não fossem mortais, que a parábola – profética - das dez virgens não está na Bíblia à toa. Os extremos, em geral, são perigosos e prejudiciais, e se é para viver em um deles, que seja o extremo lunático, pois, neste caso especificamente, é melhor pecar pelo excesso do que pela falta de temor e expectativa da volta do Rei dos reis. Entretanto, sem dúvida alguma o melhor é ser sóbrio e equilibrado, sem jamais esquecer de que Cristo, de fato, pode voltar agora, bem como ter a consciência de que, considerando a média histórica, provavelmente estaremos entre os mortos quando isso ocorrer.


Fonte:  
 
 

09/11/2014

Apocalipse: você está preparado?



Jesus disse aos seus discípulos em um sermão profético sobre o final dos tempos quando eles lhe perguntaram quais sinais haveria para a vinda de Jesus e para o fim do mundo:

Mateus 24:3-13
"3E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? 4E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane, 5porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. 6E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister [necessário] que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. 7Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. 8Mas todas essas coisas são o princípio das dores. 9Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. 10Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. 11E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. 12E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. 13Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. 14E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim."
Todos esses sinais: guerras e rumores de guerras, fomes, pestes e terremotos são visíveis em nossos dias. Quer lembrar das notícias dos últimos anos? Tsunami nas Filipinas, guerra no Iraque, terremoto no Chile e gripe suína são apenas alguns exemplos.

Se esses sinais não são suficientes para entendermos o que Jesus profetizou, então temos um sinal ainda maior escrito no versículo 12 "E, por se multiplicar a iniquidade [constante desobediência a Deus], o amor de muitos se esfriará". Onde está o amor das pessoas por Deus? Onde está o amor das pessoas pelas próprias pessoas? Adultério, idolatria, homicídios, suicídios, assaltos, tráfico de drogas e corrupção são comuns em nossos dias, pois muitos perderam o amor. Certamente, se você acessar qualquer portal de notícias ou ligar a televisão neste momento, irá encontrar alguma notícia relacionada a esses assuntos.

Além desses sinais visíveis a todos que mostram que o amor de muitos se esfriou, é possível notar que isso também aconteceu nas igrejas. Igrejas se transformaram em empresas e muitas delas não falam mais em salvação e vida eterna, pois isso não gera lucro. Essas igrejas atraem pessoas pregando um evangelho mentiroso que não tem nenhuma relação com a boa nova de Jesus Cristo. O discurso que dá audiência hoje é: "faça um propósito com Deus, traga cem ou cinquenta reais à frente, coloque seu sonho diante Dele e Ele prosperará a sua vida". Se o que você mais deseja de Jesus é um carro, uma casa, um iate, uma lancha ou qualquer coisa material, entenda que você substituiu a salvação e a vida eterna por esse seu desejo. Jesus veio oferecer a você a vida eterna, pois o que é material Satanás pode lhe dar, mas nunca Satanás poderá lhe dar a salvação e a vida eterna, porque quem se humilhou, veio como homem, morreu e ressuscitou ao terceiro dia foi Jesus. Glória a Jesus!

Se você tem amor e um desejo por qualquer coisa material superior ao anseio pela salvação, seu destino não será a vida eterna. Observe o que Jesus disse ao jovem rico quando este perguntou o que teria que fazer para herdar a vida eterna.

Mateus 19:21-24
"21Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; e vem e segue-me. 22E o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades. 23Disse, então, Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no Reino dos céus. 24E outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus."
Bem, é perceptível agora porque estamos no final dos tempos.

Se Jesus voltasse hoje, você seria salvo?

Você tem certeza de que será salvo? Muitas pessoas acham que sim, mas a verdade é que, se não se converterem verdadeiramente e dedicarem suas vidas à obediência a Deus, irão para o inferno.

Essas pessoas acham que serão salvas porque um dia levantaram as suas mãos, pediram para Jesus entrar em suas vidas e confessaram seus pecados. Acreditar que a salvação vem somente por esse ato é uma grande mentira. Será que você realmente deixou Jesus entrar em sua vida? Se Ele é o Senhor da sua vida, quer dizer que você é transformado dia-a-dia, porém, se nada mudou em você ou se parou de mudar, é provável que você não esteja deixando Jesus agir.

Existem alguns requisitos para a salvação e a Bíblia nos ensina isso. Em Romanos 10:9-10, o Espírito Santo nos ensina que devemos confessar [reconhecer] Jesus como Senhor e Salvador.

Romanos 10:9-10
"9a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. 10Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."
Reconhecer Jesus como seu Senhor e Salvador não é simplesmente falar que você é crente, reconhecê-Lo é compreender que todas as suas decisões devem ser tomadas de acordo com a vontade Dele. Tenha a certeza de que a vontade Dele sempre é o melhor para você.

O Senhor também nos orientou a sermos batizados. O batismo é uma decisão pessoal e a confirmação da aliança com Jesus e deve ser realizado quando a pessoa tem entendimento e capacidade de decisão. Por esse motivo, recém-nascidos não devem ser batizados. Jesus falou sobre o batismo em Marcos 16:16.

Marcos 16:16
"16Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado."
Nem sempre o batismo nas águas pode ser realizado como, por exemplo, quando uma pessoa está prestes a falecer. Porém, se há a possibilidade de você ser batizado e há esse desejo em seu coração, faça essa confirmação da aliança com Jesus.

Até esse ponto, tem muita gente que declara com toda certeza: "Estou salvo". Mas será mesmo? Existem muitas pessoas esquecendo de um outro requisito para a salvação, e esse requisito está escrito em Mateus 10:22, na passagem em que Jesus dá a missão aos seus discípulos, e em Mateus 24:13.

Mateus 10:22
"22E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo."
Observe que Jesus não disse "quem perseverar dez anos" ou "quem perseverar 50 anos", mas Ele disse "aquele que perseverar até o fim". É disso que as pessoas estão esquecendo. Acham que são suficientemente fortes para dar um "passeio" para longe de Deus e depois voltarem. Isso é outra grande mentira.

Persevere em fé até o fim!

Outra advertência que o Senhor Jesus nos deixou, que está relatada no mesmo capítulo 10 do evangelho segundo Mateus, relaciona-se à confissão diante dos homens de que somos servos de Jesus.

Mateus 10:32-33
"32Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. 33Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus"
E agora, você tem certeza de que seria salvo hoje?

Jesus disse e está relatado em Mateus 24:11 que surgiriam muitos falsos profetas que enganariam a muitos, e isso é outro sinal do final dos tempos. Além das igrejas que mais parecem empresas, existem aquelas que só falam em curas. Sim, Jesus disse que todo aquele que crer em Seu nome tem autoridade para expulsar demônios e curar enfermos em nome Dele, porém Jesus não fez disso uma "jogada de marketing", mas sim para que as pessoas pudessem crer no poder, no amor e na glória de Deus.

O poder de curar, a autoridade para expulsar demônios e profetizar vêm de Deus e não dos homens, por isso toda a honra e toda a glória devem ser dadas a Deus. Observe o que Jesus disse em Mateus 7:21-23.

Mateus 7:21-23
"21Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? 23E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade."
Agora que compreendemos que devemos perseverar em fé até o fim para sermos salvos, vamos falar sobre o FIM.

Vimos anteriormente quais são os sinais de que o fim está próximo, porém, será que sabemos realmente quais serão os acontecimentos do fim, o Apocalipse?

Entenda mais um ponto importante: é desejo de Deus que todos sejam salvos, porém somente aqueles que crerem em Jesus até o fim serão.

1 Tessalonicenses 5:9
"Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo,"

O Apocalipse

Apocalipse vem da palavra grega apocalypsis, que significa revelação. Esse livro foi escrito pelo apóstolo João, filho de Zebedeu, na ilha de Patmos, para onde foi enviado pelo imperador romano Domiciano.

Um dia enquanto orava, João ouviu uma voz que falava com ele, quando voltou-se para ver quem era, viu Um a quem reconheceu como sendo o Senhor Jesus Cristo. Jesus, então, ordenou que João escrevesse imediatamente o que estava vendo nesta visão para enviar por escrito às sete igrejas da Ásia (Apocalipse 1:11).

Apocalipse 1:11
"que dizia: O que vês, escreve-o num livro e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia."

O livro de Apocalipse revela o futuro de toda a humanidade e contém sete bem-aventuranças para os que lêem, para os que ouvem e para os que guardam as palavras desta profecia.

7 bem-aventuranças

1) Apocalipse 1:3
"Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo."
2) Apocalipse 14:13
"E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam."
3) Apocalipse 16:15
"(Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.)"
4) Apocalipse 19:9
"E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus."
5) Apocalipse 20:6
"Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos."
6) Apocalipse 22:7
"Eis que presto venho. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro."
7) Apocalipse 22:14
"Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas."
O livro ainda contém duas advertências de castigo aos que acrescentarem ou retirarem alguma coisa dele.

Apocalipse 22:18-19
"18Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; 19e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa, que estão escritas neste livro."
João é apenas o escritor da mensagem, pois o autor do livro e das revelações nele contidas é o próprio Senhor Jesus (Apocalipse 1:4-8).

Apocalipse 1:4-8
"4João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete Espíritos que estão diante do seu trono; 5e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o príncipe dos reis da terra.
Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, 6e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém!
7Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim! Amém!
8Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso."
As sete cartas às sete igrejas

As sete igrejas da província romana da Ásia estavam sofrendo perseguições e o livro de Apocalipse, que foi enviado a elas, teve o objetivo de animá-las a continuarem fiéis a Jesus Cristo. Essas cartas dão continuação à história da igreja, interrompida no livro de Atos dos Apóstolos 28:31. As cartas contém elogios, advertências e promessas às igrejas que devem ser observadas até os dias de hoje.

Igreja de Éfeso (Apocalipse 2:1-7)
Elogios: a igreja tem rejeitado o mal e tem perseverado com paciência em meio às perseguições.
Crítica: o amor dessa igreja por Cristo não é mais ardente.
Instrução: voltar a fazer as obras que fazia no ínicio.
Promessa: direito à árvore da vida.

Igreja de Esmirna (Apocalipse 2:8-11)
Elogios: o fato de suportar o sofrimento.
Crítica: nenhuma.
Instrução: ser fiel até a morte.
Promessa: a coroa da vida.

Igreja de Pérgamo (Apocalipse 2:12-17)
Elogios: a perseverança na fé do Senhor Jesus.
Crítica: toleram a imoralidade, a idolatria e as heresias.
Instrução: arrepender-se.
Promessa: o maná escondido e a pedra branca com o novo nome.

Igreja de Tiatira (Apocalipse 2:18-29)
Elogios: a intensificação do amor, das obras, da fé e da paciência maior do que no início.
Crítica: toleram o culto de idolatria e a imoralidade.
Instrução: manter a fé para o Juízo futuro.
Promessa: reinar com Cristo sobre as nações e a estrela da manhã.

Igreja de Sardes (Apocalipse 3:1-6)
Elogios: a perseverança na fé por parte de alguns cristãos da igreja.
Crítica: a morte da igreja.
Instrução: arrepender-se e obedecer a Deus.
Promessa: a honra e as vestes brancas.

Igreja de Filadélfia (Apocalipse 3:7-13)
Elogios: a perseverança na fé e na palavra de Cristo, e a honra ao Seu nome.
Crítica: nenhuma.
Instrução: guardar a fé.
Promessa: um lugar na presença de Deus, um novo nome e a Nova Jerusalém.

Igreja de Laodicéia (Apocalipse 3:14-22)
Elogios: nenhum elogio.
Crítica: a indiferença.
Instrução: zelar e arrepender-se.
Promessa: o compartilhar do trono de Deus.

A igreja de Laodicéia é a que mais se assemelha com os nossos dias, pois os cristãos dessa igreja tinham muitas riquezas materiais e acreditavam que isso era o reflexo de suas vidas espirituais, porém o Senhor Jesus repreende-os no versículo 17 do capítulo 3.

Apocalipse 3:17
"Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta (e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu),"
Hoje, muitos cristãos estão enganados como os cristãos da igreja de Laodicéia, acreditando que ser cristão é ter muitos bens, porém a Palavra de Deus não nos ensina isso em nenhum momento. O Senhor certamente suprirá todas as nossas necessidades em glória, por Cristo Jesus, como está escrito em Filipenses 4:19, mas não nos dará todas as riquezas do mundo, pois a nossa recompensa é a vida eterna.

Ordem cronológica dos acontecimentos do fim dos tempos

Antes de detalharmos cada acontecimento revelado no livro de Apocalipse sobre o final dos tempos, vamos fazer um breve resumo para que você possa compreendê-los e estudar os detalhes de cada um em seguida.

Arrebatamento
Satanás é precipitado na terra
Satanás toma posse do corpo do Anticristo e cura-o de uma ferida mortal
Grande Tribulação ( 7 anos )
Segunda Vinda do Senhor Jesus
Jesus vence a besta e o falso profeta
Satanás é preso por mil anos
Reino Milenar de Cristo
Satanás é jogado no lago de fogo e enxofre
Juízo Final
Eternidade
 
O arrebatamento da igreja

Você será arrebatado?

Em Apocalipse 4:2, está escrito que João foi arrebatado em espírito e acredita-se que esta é uma figura do arrebatamento da igreja antes da grande tribulação.

Apocalipse 4:1-2
"1Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer. 2E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono."
Subitamente, receberemos o convite para subir, assim como está escrito em Apocalipse 4:1, e como Paulo escreveu em 1 Coríntios 15:51-52. Isso será o arrebatamento da igreja de Cristo.

1 Coríntios 15:51-52
"51Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, 52num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados."
Observe que Paulo escreveu a revelação do Espírito Santo sobre o arrebatamento: "num abrir  e fechar de olhos, ante a última trombeta" nós nos encontraremos com o Senhor Jesus e seremos transformados.

Neste dia, o Senhor Jesus cumprirá a promessa de nos livrar da hora da tentação que virá sobre todo o mundo para tentar os que habitam sobre a Terra, como Ele prometeu e está escrito em Apocalipse 3:10.

Apocalipse 3:10
"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra."
Nesse mesmo dia, os santos de todas as épocas se encontrarão para um culto no céu.

É extremamente importante observar o contexto em que este versículo está escrito. Jesus, que é quem revelou todas as palavras do livro de Apocalipse a João, fez essa promessa na carta à igreja de Filadélfia, que era uma igreja que guardou a palavra de Jesus e não negou o nome Dele (Apocalipse 3:8). Isso nos faz entender que não é qualquer pessoa que se julga cristã que será arrebatada antes da Grande Tribulação. Jesus ainda advertiu os cristãos da igreja de Filadélfia no versículo 11 dizendo: "Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa". Raciocine mais um pouco agora: se o Senhor Jesus disse que é necessário guardar a nossa coroa, fica claro que é possível que ela seja tomada de nós. Guardar a coroa é permanecer na fé genuína a Cristo.

A mulher e o dragão (Apocalipse 12)

Em Apocalipse 12:1-17, a mulher é a figura da Igreja e o Filho varão é figura do arrebatamento dos crentes que, gerados pela Igreja, são arrebatados para Deus e seu trono. Observe Apocalipse 2:26-27 e Apocalipse 12:5.

Apocalipse 2:26-27
"E ao que vencer e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, 27e com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai,"
Apocalipse 12:5
"E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono."
Satanás tenta sabotar o arrebatamento da Igreja, mas tem seus planos frustrados quando Miguel e os anjos celestiais intervêm. Satanás é precipitado na terra (versículo 9), dando início à Grande Tribulação e aos "ais". Ele sabe que tem pouco tempo e, usando o Anticristo, passa a perseguir "os crentes" que não foram arrebatados (versículos 13 e 17), bem como os que se converterem durante o período da grande tribulação; mas Deus os protege da destruição (versículos 14 a 16).

O Anticristo

Na Bíblia, o Anticristo também é chamado de "o homem do pecado", "filho da perdição", em 2 Tessalonicenses 2:3, e a "besta" em Apocalipse 11:7 e Apocalipse 13:1-3.

2 Tessalonicenses 2:3
"Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,"
Apocalipse 11:7
"E, quando acabarem o seu testemunho, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e as vencerá, e as matará."
A manifestação do Anticristo na terra não poderá acontecer enquanto o diabo não for afastado do céu (2 Tessalonicenses 2:7), porque é este (o diabo, também chamado de dragão) que dá autoridade ao Anticristo (Apocalipse 13:4).

2 Tessalonicenses 2:7
"Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado;"
Apocalipse 13:4
"E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?"
No capítulo 13 do livro de Apocalipse, a besta que surge do mar é um líder político mundial e blasfemo, o qual é curado de uma ferida mortal e torna-se objeto de idolatria pelos homens (Apocalipse 13:3). Satanás tomará posse do corpo do Anticristo curando-lhe uma ferida mortal em uma imitação da ressurreição de Cristo (Apocalipse 13:12).

Apocalipse 13:3
"E vi uma de suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta."
Não é sem razão que o mundo será seduzido de maneira que muitos acreditarão que o Anticristo é o Messias prometido e passarão a segui-lo cegamente.

O livro selado no céu

No capítulo 6 do livro de Apocalipse, é mencionado um livro que possui sete selos. Esse livro simboliza a escritura que dá poder sobre a terra. Além disso, é pela abertura desse livro, por meio da retirada dos sete selos, que Deus pode intervir na história da humanidade com o Juízo.
Somente Jesus é digno de abrir esse livro, pois aquele que o abrir tem que enfrentar aquele que tem a posse da terra, Satanás. Na visão dada a João, Jesus pega o livro das mãos dAquele que está assentado no trono e começa a romper os seus selos (Apocalipse 5:7).

Apocalipse 5:7
"E veio e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono."
Para compreendermos os acontecimentos até o momento, vamos resumir.
Após o arrebatamento da igreja, Satanás será precipitado na terra, tomará posse do corpo do Anticristo e, então, será iniciado o tempo da Grande Tribulação que durará sete anos. Os acontecimentos durante a Grande Tribulação ocorrerão em duas partes: três anos e meio da primeira e três anos e meio da segunda parte.

Conforme está relatado em Mateus 24:13-14, após o arrebatamento dos santos o Evangelho será pregado pelo mundo inteiro para que todas as nações ouçam. Em seguida, começam os juízos 1 Coríntios 15:23-24.

1 Coríntios 15:23-24
"23Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. 24Depois, virá o fim, quando tiver entregado o Reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo império e toda potestade e força."
O evangelho eterno será pregado por um anjo que, voando pelo céu (Apocalipse 14:6), chama os homens ao arrependimento e a resistirem ao Anticristo, para que não venha sobre eles o juízo de Deus e o castigo eterno (Apocalipse 14:9-11).

Apocalipse 14:9-11
"9E os seguiu o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta e a sua imagem e receber o sinal na testa ou na mão, 10também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. 11E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a besta e a sua imagem e aquele que receber o sinal do seu nome."
Com a manifestação do Anticristo durante a Grande Tribulação, ele irá forçar as pessoas a adotarem a sua marca, "a marca [sinal] da besta", sem a qual ninguém poderá comprar ou vender. Nesse tempo, somente aqueles que se negarem a aceitar "a marca da besta" e confessarem Jesus como Senhor e Salvador serão salvos. Porém, todo aquele que confessar Jesus como seu Salvador durante a Grande Tribulação será morto por causa da perseguição que será instaurada por parte do Anticristo.

Em seguida, serão abordados os acontecimentos da abertura dos selos, que representam a primeira parte da Grande Tribulação.

Os selos e os anjos: a primeira parte da Grande Tribulação

1º) Cavalo branco (Apocalipse 6:1)
"E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso e para vencer."
O cavaleiro do cavalo branco que aparece no primeiro selo não é o Anticristo, ao contrário do que muitos pensam, pois esse quando se manifesta é para perder. Observe que o versículo fala que o cavaleiro saiu vitorioso. Levando em consideração o simbolismo da cor branca, é provável que este cavaleiro seja uma representação de Cristo.

2º) Cavalo vermelho (Apocalipse 6:4)
"E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada."
Este cavaleiro representa a paz que será tirada da terra. Em meio a anarquias, revoltas, guerras e terrorismo, a falsa igreja (Babilônia) será atingida.

3º) Cavalo preto (Apocalipse 6:5-6)
"5E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi o terceiro animal, dizendo: Vem e vê! E olhei, e eis um cavalo preto; e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança na mão. 6E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro; e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho."
O cavaleiro preto simboliza a fome que trará recessão econômica, inflação e escassez de alimento; resultado das guerras e guerrilhas que sugarão as divisas e alimentos das nações para manter os exércitos do Anticristo. Nesta época, só conseguirá emprego ou realizará algum negócio aqueles que tiverem acesso ao sistema de código comercial da besta (o número 666), conforme está escrito em Apocalipse 13:16-18.

Apocalipse 13:16-18
"16E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa, 17para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. 18Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, porque é número de homem; e o seu número é seiscentos e sessenta e seis."

4º) Cavalo amarelo (Apocalipse 6:8)
"E olhei, e eis um cavalo amarelo; e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra."
O cavaleiro do cavalo amarelo simboliza a morte e mata com espada, fome, pestes e feras da terra. A natureza entra em colapso e Deus determina que as feras da terra aflijam, de dia e de noite, os adoradores da besta e de sua imagem de idolatria. Todos os que receberem a marca da besta (que será implantada na mão direita ou na testa) serão atormentados com fogo e enxofre incandescente.

5º) Os mártires da Grande Tribulação (Apocalipse 6:9)
"E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram."
O quinto selo revela a perseguição aos cristãos que se converterem durante a Grande Tribulação, pois as almas vistas debaixo do altar foram mortas pelo amor às palavras de Deus e pelo testemunho que deram diante do Anticristo. Essas pessoas serão protegidas por Deus durante 1260 dias durante a tribulação; depois, serão provadas, perseguidas e mortas, e só ressuscitarão no final da Grande Tribulação quando será instaurado o Reino Milenar de Cristo (Apocalipse 20:4).

Apocalipse 20:4
"E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos."
6º) O anjo com a foice/sinais no sol, na lua e nas estrelas (Apocalipse 6:12-17)
"12E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue. 13E as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. 14E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos do seu lugar. 15E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo servo, e todo livre se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas 16e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono e da ira do Cordeiro, 17porque é vindo o grande Dia da sua ira; e quem poderá subsistir?"
Uma grande escuridão e violentos tremores de terra sacudirão as montanhas e ilhas, fazendo com que saiam de seus lugares. Nesse momento, os homens reconhecerão ter chegado o dia da ira de Deus. A foice está nas mãos de Jesus, o Senhor dos Senhores e o Rei dos reis. Os frutos prontos para serem colhidos e pisados no lagar são a terra pronta para um grande juízo; o Armagedom é o lagar fora da cidade e o fruto que irá para o lagar serão pessoas que serão esmagadas cujo sangue correrá como rio sobre a face da terra.

144 mil remidos
144 mil israelitas, remidos por Cristo e selados por Deus serão protegidos para que não sejam destruídos pelo Anticristo, para que possam pregar durante a tribulação (Apocalipse 14:1-5). Esses israelitas são "virgens e incontaminados" porque pregarão um evangelho puro no meio de um mundo de engano e mentira total.

Apocalipse 14:1-5
"1E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai. 2E ouvi uma voz do céu como a voz de muitas águas e como a voz de um grande trovão; e uma voz de harpistas, que tocavam com a sua harpa. 3E cantavam um como cântico novo diante do trono e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. 4Estes são os que não estão contaminados com mulheres, porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vai. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. 5E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus."
7º) Início da segunda metade da Grande Tribulação (Apocalipse 8:1-2)
"1E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. 2E vi os sete anjos que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas."
Na abertura do sétimo selo, há a preparação para a segunda metade da Grande Tribulação (mais três anos e meio), cujos acontecimentos ocorrem de acordo com o toque das sete trombetas.

As trombetas e taças: a segunda parte da Grande Tribulação

Os capítulos 8 a 11 de Apocalipse falam sobre as sete trombetas e os capítulos 15 e 16 falam sobre o derramamento das taças da ira de Deus.

Conforme vimos anteriormente, a abertura do sétimo selo dá origem às sete trombetas que serão tocadas por anjos. Sete anjos com sete trombetas preparam-se para dar o seu potente toque. Outros sete anjos se preparam para punir os habitantes da terra com as sete últimas pragas.

1/3 da terra

Apocalipse 8:7
"E o primeiro anjo tocou a trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada."
Apocalipse 16:2
"E foi o primeiro e derramou a sua taça sobre a terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que adoravam a sua imagem."
Os homens que tiverem o sinal da besta e adorarem o seu ídolo serão torturados com feridas horríveis que rebentarão em seus corpos. Tais úlceras serão provenientes de uma mistura de fogo, pedras e sangue que matará a terça parte dos habitantes do planeta e destruirá a terça parte da vegetação.

1/3 do mar

Apocalipse 8:8-9
"8E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. 9E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus."
Apocalipse 16:3
"E o segundo anjo derramou a sua taça no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda alma vivente."
O mar torna-se sangue, navios são destruídos e parte dos peixes morre.

1/3 dos rios

Apocalipse 8:10-11
"10E o terceiro anjo tocou a trombeta, e caiu do céu uma grande estrela, ardendo como uma tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes das águas. 11E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas."

Apocalipse 16:4
"E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em sangue."
Um terço das águas potáveis dos rios se torna impróprio para consumo matando muita gente.

1/3 dos astros

Apocalipse 8:12
"E o quarto anjo tocou a trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas, para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite."
Apocalipse 16:8-9
"8E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. 9E os homens foram abrasados com grandes calores, e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória."
No inverno, a luz do sol, da lua e das estrelas diminuirá. Os dias ficarão mais frios e a noite mais escura. No verão, o sol queimará todos os homens com o seu calor e os homens blasfemarão contra Deus. Porém, nem com todas essas pragras os homens se arrependerão, como está escrito em Apocalipse 16:9. É impressionante a dureza dos corações dos homens.

O trono do Anticristo

Apocalipse 9:1
"1E o quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo."
Apocalipse 16:10-11
"10E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e os homens mordiam a língua de dor. 11E, por causa das suas dores e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu e não se arrependeram das suas obras."
Cai do céu uma estrela, isto é, um ser espiritual que recebe uma chave (Apocalipse 9:1) e abre o poço do abismo (Apocalipse 9:2) liberando demônios que vão agir somente sobre os homens que adoram o Anticristo (aquele que têm a sua marca na mão direita ou na teste), causando-lhes terríveis sofrimentos com feridas muito dolorosas em seus corpos. Esses demônios agirão por cinco meses fazendo-os sofrer, como alguém que sofre ao ser picado por escorpião. Além disso, muitos tentarão o suicídio durante esse tempo, mas não conseguirão se matar, pois a morte fugirá deles. Leia no versículo seguinte.

Apocalipse 9:5
"E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem; e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião quando fere o homem."
A Grande Prostituta

Os capítulos 17 e 18 do livro de Apocalipse falam sobre a exaltação e a queda de uma grande prostituta, Babilônia. Não linguagem simbólica de Apocalipse, assim como é possível ler também no Antigo Testamento, prostituição não representa pessoas que vendem seus corpos, mas sim a idolatria, em que as pessoas deixam de adorar o Deus Único e Verdadeiro para adorarem outros deuses e suas imagens. Leia o versículo seguinte de Ezequiel 16:16-17.

Ezequiel 16:16-17
"16E tomaste das tuas vestes, e fizeste lugares altos adornados de diversas cores, e te prostituíste sobre eles; tais coisas não vieram, nem hão de vir. 17E tomaste as tuas jóias de enfeite, que eu te dei do meu ouro e da minha prata, e fizeste imagens de homens, e te prostituíste com elas."
Babilônia é conhecida como a grande, a mãe das meretrizes e das abominações da terra, conforme Apocalipse 17:5.

Apocalipse 17:5
"E, na sua testa, estava escrito o nome: Mistério, a Grande Babilônia, a Mãe das Prostituições e Abominações da Terra."
Esse nome Babilônia representa a falsa religião ecumênica cuja característica principal é a idolatria e que dará poder ao Anticristo.

Em seu desejo pelo poder, essa igreja fará de si mesma o instrumento de investigação, ordenando a matança de milhões de pessoas que torturadas e queimadas semearam a terra com seu sangue e fé (Apocalipse 17:6a), como já aconteceu no passado.

Apocalipse 17:6a
"E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos e do sangue das testemunhas de Jesus."
Essa falsa organização é uma igreja apóstata, ou seja, uma igreja que distorceu, profanou e corrompeu a bela religião de Cristo), é também universal (palavra que também significa católica), pois envenenou todas as nações da terra.

A falsa religião (a grande prostituta) será traída pelo Anticristo e pelo falso profeta que a roubam , provavelmente para equipar seus exércitos para a batalha do Armagedom.

Semelhantemente ao lamento de Jeremias (Jeremias 50 e 51), o capítulo 18 de Apocalipse registra a destruição súbita e completa da igreja idólatra e assassina. A queda de Babilônia causa tristeza na terra (Apocalipse 18:19), porém há muita alegria no céu (Apocalipse 19:1-3).

Apocalipse 18:19
"E lançaram pó sobre a cabeça e clamaram, chorando, e lamentando, e dizendo: Ai! Ai daquela grande cidade, na qual todos os que tinham naus no mar se enriqueceram em razão da sua opulência! Porque numa hora foi assolada."
Apocalipse 19:1-6
"1E, depois destas coisas, ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor, nosso Deus, 2porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos."
A batalha do Armagedom

Assim que o sexto anjo derramou sua taça sobre o Rio Eufrates, ele se secou e um exército de 200 milhões de soldados pôde marchar para o Oriente sem impedimento (Apocalipse 9:16). Esse exército representa as nações confederadas do Anticristo que se reunirão para fazer guerra contra os judeus. Enquanto a trindade divina trabalha pela redenção do homem, a trindade maligna (diabo, besta e falso profeta) coopera pela sua destruição. O local da batalha é chamado em hebraico de Armagedom, o monte Megido (Har = monte e magedom = Megido) (Apocalipse 16:12-14).

Apocalipse 9:16
"E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles."
Apocalipse 16:12-16
"12E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do Oriente. 13E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs, 14porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-poderoso. 15(Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.) 16E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom."
Nesse episódio, a terça parte dos homens será destruída. Muitas pessoas não serão atingidas pelos juízos da Grande Tribulação, mas mesmo assim não se arrependerão de suas obras e se recusarão a adorar a Deus.

A Segunda Vinda de Cristo

O toque da sétima trombeta anuncia que Cristo está voltando e tomará posse da terra. Será o exato momento em que os santos e profetas serão recompensados e aqueles que destróem a terra, os ímpios, serão destruídos. Durante a Grande Tribulação, as nações ficarão iradas contra Deus e mesmo assim Ele deu várias oportunidades para que elas se arrependessem, porém agora é a vez de Deus derramar a sua ira sobre elas.

Apocalipse 11:15-19
"15E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre. 16E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seu trono, diante de Deus, prostraram-se sobre seu rosto e adoraram a Deus, 17dizendo: Graças te damos, Senhor, Deus Todo-poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder e reinaste. 18E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.
19E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca do seu concerto foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos, e grande saraiva."
Em Apocalipse 19:11, o cavaleiro branco certamente é o Senhor Jesus. Ele vem ferir as nações e pisar o lagar do furor da ira de Deus. Ele derrotará a besta e o falso profeta, irá prendê-los e os lançarão vivos no ardente lago de fogo e enxofre. Os demais serão mortos por sua espada e servirão de ceia para as aves do céu (Apocalipse 19:11-21).

Apocalipse 19:11-21
"11E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. 12E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo. 13E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. 14E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro. 15E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso. 16E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. 17E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde e ajuntai-vos à ceia do grande Deus, 18para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam, e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes. 19E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo e ao seu exército. 20E a besta foi presa e, com ela, o falso profeta, que, diante dela, fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre. 21E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes."
O Milênio ou Reino Milenar de Cristo

A manifestação de Cristo no capítulo 19 marcará o início do Milênio ou Reino Milenar de Cristo.

Um anjo prenderá Satanás por mil anos no abismo, o encerrará e porá um selo sobre ele, sendo que não poderá sair durante o Milênio nem tentar e enganar a ninguém. Mas, logo em seguida, será solto a fim de reunir novamente um grande exército de homens que tentarão fazer guerra contra o Rei Jesus. Será o último cerco à cidade de Jerusalém.

A primeira ressurreição

A Bíblia só considera como ressurreição os acontecimentos de restauração da vida ocorridos no início e no final do Milênio (Apocalipse 20:6).

Apocalipse 20:6
"6Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos."
Os salvos da Grande Tribulação ressuscitarão e reinarão com Cristo por mil anos. Também é esse o momento em que, tanto os que participaram do Arrebatamento quanto os que foram mortos durante a Grande Tribulação serão recompensados. Os demais irão esperar ainda o fim do Milênio para serem despertos e julgados no juízo final, como está escrito em Apocalipse 20:5.

Apocalipse 20:5
"Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição."
Farão parte do Reino Milenar de Cristo:
  1. O Rei: Jesus Cristo;
  2. Os crentes que morreram e ressuscitaram por ocasião do Arrebatamento;
  3. Os crentes que estavam vivos quando aconteceu o Arrebatamento e tiveram seus corpos transformados;
  4. Os crentes que se reconciliaram com Deus durante a Grande Tribulação e que foram mortos por causa da fé em Cristo, e que só no início do Milênio irão ressuscitar;
  5. Pessoas dentre todas as nações que estarão vivas por não terem sido atingidas pelos flagelos da Grande Tribulação (Isaías 65:17-25).
A Batalha Final

No final dos mil anos, Satanás é solto para enganar as nações (Apocalipse 20:7-10), muitas o seguem, crendo nele, e partem para cercar a cidade de Jerusalém (versículo 9). Porém, Satanás é lançado para sempre no lago de fogo e enxofre, onde, há mil anos antes, foram lançados a besta e o falso profeta.

Apocalipse 20:7-10
"7E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão 8e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. 9E subiram sobre a largura da terra e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; mas desceu fogo do céu e os devorou. 10E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre."
O Juízo Final

Ao final do Milênio, todas as pessoas serão julgadas pelas suas ações: os mortos ressuscitarão (é a segunda ressurreição) e, juntamente com os que ainda estiverem vivos, comparecerão diante do Tribunal de Cristo para serem julgados conforme tudo o que estiver escrito no livro da vida; quem não tiver o nome escrito no livro será jogado no lago de fogo, que é a segunda morte.

Os crentes que participaram do Arrebatamento e os que morreram durante a Grande Tribulação por causa da fé em Cristo, e que no início do Milênio participaram da primeira ressurreição, não serão julgados no Tribunal do Trono Branco, pois não podem mais ser lançados no lago de fogo que é a segunda morte.

Eternidade

Apocalipse 21:1-8 fala sobre o novo céu e a nova terra. Como o Armagedom terá praticamente destruído a terra, o Milênio servirá para reconstruí-la. Ao final desse tempo, a terra estará pronto com tudo se fazendo novo.

Apocalipse 21:1-8
"1E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2E eu, João, vi a Santa Cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. 3E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles e será o seu Deus. 4E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas. 5E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. 6E disse-me mais: Está cumprido; Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. 7Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. 8Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte."
A Nova Jerusalém

A Nova Jerusalém é uma cidade celestial e nela está a Glória de Deus, o seu templo é Deus e o Cordeiro. Não há lá sol, nem lua, nem noite, nem nada que contamine. Esta cidade será a morada eterna dos santos, será a eterna habitação do Deus Pai e Seu Filho Jesus Cristo com todos os que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro. Lá há o rio puro das águas da vida, a árvore da vida e seus frutos e os vencedores que reinarão para sempre e viverão eternamente com Deus.

Chegamos ao final de mais um estudo bíblico. Glória a Deus por essa oportunidade maravilhosa de meditarmos na Palavra Dele.

Abra os olhos

O livro de Apocalipse, a Revelação de Jesus Cristo, adverte-nos e motiva-nos a desejarmos uma vida completa de santidade, pois, se queremos ser arrebatados e reinar com Cristo, devemos crer nas palavras desta profecia e, diariamente, alimentarmo-nos espiritualmente com a Palavra de Deus.

Os cristãos esqueceram de pedir a volta de Jesus e estão se preocupando muito mais com outros assuntos pertinentes somente a suas vidas. Porém, Jesus disse que vem sem demora e virá repentinamente. Se você não estiver preparado para ser arrebatado, a Grande Tribulação lhe esperará. Será que você resistirá a ela? Será que você conseguirá passar fome, sofrer perseguições e não negar o nome de Cristo ou será que você será o primeiro a adotar "a marca da besta" sabendo que o seu fim será o lago de fogo e enxofre?

Glória a Deus que todas as suas promessas se cumpriram e a promessa da salvação também se cumprirá! O tempo está próximo.

Apocalipse 22:14
"Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas."
Ora vem, Senhor Jesus!


Referências Bibliográfica:
Bíblia, edição Revista e Corrigida por João Ferreira de Almeida.
Livro: Sabedoria, Associação das Igrejas Cristãs da Família
O Novo Comentário Bíblico: Novo Testamento. Earl D. Radmacher, Ronald B. Allen, H. Wayne House.

FONTE:
http://www.viveremverdade.com.br/apocalipse+voce+esta+preparado+.html